29/10/2020 04:43

Secretário do Mapa destaca importância da medida adotada pelo governo de Minas

O secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes Cordeiro, que participou da cerimônia de assinatura por videoconferência pelo governador de Minas, Romeu Zema, do Novo, destacou a importância da medida para o agronegócio do país e valorização do pequeno produtor que terá condições de exportar queijo para o exterior e o Brasil. 

Na semana passada, durante visita a Montes Claros, para a ordem de serviço do Entorno do Anel Sul, ele disse em entrevista coletiva com a imprensa, no auditório na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que 30 mil pequenos os produtores serão beneficiados com a nova medida em todo o Estado, sobretudo na região norte-mineira, onde há grande produção do produto. 

"A agricultura e o agronegócio brasileiro são pujantes e respeitados no mundo inteiro. Nós não precisamos focar só nos grandes produtores, a agricultura hoje é uma só. Este ato que o governador fez terá um reflexo enorme em Minas Gerais nos pequenos produtores", disse. A secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Ana Maria Valentini, explicou que a regulamentação da lei foi amplamente discutida com produtores e entidades do setor. 

"O queijo mineiro é, ao mesmo tempo, um alimento e quase uma obra de arte. Por isso, são considerados muitos detalhes, o valor histórico e as muitas particularidades de fabricação desses queijos artesanais em cada canto do nosso estado. Além do tradicional Queijo Minas Artesanal, que já foi anteriormente regulamentado, a produção se estendeu para outros tipos de leite e também para as inovações, com outros processos de maturação", explicou. 

Ela lembrou a parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a Secretaria de Cultura e Turismo, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural e Artístico de Minas Gerais, e das vinculadas da Seapa - Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater). 

O presidente da Associação Mineira dos Produtores de Queijo Artesanal (Amiqueijo) e da Associação dos Produtores de Queijo Canastra (Aprocan), João Carlos Leite, comemorou a assinatura do decreto. "Agora, nós, produtores, queremos continuar avançando nesse processo e, com certeza, as portarias que o IMA irá publicar são de extrema importância porque trarão objetividade ao que está estabelecido tanto na lei quanto na regulamentação e esperamos continuar como parceiros neste processo", afirmou.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp