23/01/2021 10:15

Eleitor poderá justificar

HERMANO CONSTANTINO

Os eleitores de Montes Claros, demais municípios do Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri, além de outros Estados que estiverem fora do seu domicílio eleitoral no dia 15 de novembro, poderão utilizar o aplicativo e-Título para justificar sua ausência. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) liberou recentemente uma atualização do aplicativo que permite realizar a justificativa pelo celular ou tablet.

Para justificar a ausência nas eleições, basta baixar e acessar o aplicativo e seguir as orientações que estarão disponíveis no dia do pleito. Serão aceitas apenas as justificativas de quem estiver fora do seu município de votação (conforme indicação do GPS do dispositivo), ou seja, o aplicativo não aceitará a solicitação se o eleitor estiver na cidade em que vota. O recurso também poderá ser utilizado para quem estiver no exterior na data do pleito.

VILA ATLÂNTIDA - Os comerciantes e moradores da Rua Quincas Souto, na Vila Atlântida, estão pedindo à Secretaria de Serviços Urbanos (SSU), através do titular Vinícius Versiane, a limpeza daquela via e capina, uma vez que existe muito entulho e lixo espalhados pelos lotes vagos e às margens daquela via de grande movimento que liga o Centro a bairros como Vila Áurea, Jardim Eldorado, Conjunto Vitória e Cidade Industrial. Há muito tempo que eles não veem uma limpeza naquela região. 

FERROVIAS - Os impactos e as oportunidades trazidos pelo Decreto Federal 10.161, de 2019, foram discutidos pela Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras nessa quintafeira, 51, às 9 horas, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. A norma regulamenta a alienação ou a disposição dos bens móveis ferroviários inservíveis do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). Os bens inservíveis são definidos no decreto como vagões, locomotivas, equipamentos de via ou de oficina ou veículos rodoviários. 

DEPUTADOS - Mas, apesar da inviabilidade de uso para as concessionárias, em geral mineradores que transportam cargas pesadas, esses bens móveis podem equipar trens turísticos ou de passageiros em Minas Gerais. Podem até mesmo transportar cargas menores em trechos curtos. Essa é a aposta do deputado norte-mineiro Zé Reis, do Pode, João Leite, do PSDB, presidente da comissão e autor do requerimento para a audiência, junto com os deputados Sávio Souza Cruz, do MDB e a deputada Marília Campos, do PT.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp