29/10/2020 04:44

Live beneficente de Pedro Boi encanta plateia digital

image

Cultura e ação social sempre caminham juntas, como parceiras, afinadas, entretendo e ajudando pessoas, unindo o útil ao agradável. Foi o que ocorreu na noite de domingo (11/10), véspera do Dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, e Dia das Crianças, que representam o futuro do mundo. O evento teve como protagonista o cantor, compositor e humorista Pedro Boi, ícone da música norte-mineira e integrante do lendário Grupo Agreste. Bem-humorado, como sempre, contando algumas piadas e fazendo brincadeiras, o cantador comandou a live “Pão para quem tem fome”, com o objetivo de arrecadar fundos para o projeto social de mesmo nome, com sede no Bairro Major Prates. Não faltaram brincadeiras, descontração, algumas broncas e lágrimas. No final, o cantador se emocionou. 

Acompanhado pelos músicos Vítor Hugo Manga e Cássio Renê, Pedro Boi contou com a especial participação de um velho parceiro: José Manoel Xavier Souto, o popular Manoelito, companheiro de composição e cantoria do Grupo Agreste. Irreverente, o cantador se divertiu no palco, brincou com os presentes e com quem participava remotamente, sempre apelando às pessoas para assinarem o canal no YouTube, ligarem e fazerem doações para o projeto. Reclamou do calor, pediu água e revelou banhos pelado no Rio São Francisco, em Pirapora, onde está residindo. 

Claro, Pedro Boi cantou a música “A Lenda do Arco-Íris”, que conta a magia e os mistérios do Velho Chico, como tantos outros sucessos do Agreste, como “Colibri Apaixonado”, “Zumbi”, “Ponte Cigana” (quem nunca sentiu cheiro de terra molhada), “Jequitaí”, “Passarinho Cantador”, “Mariana” e “Ventania”, revisitando o universo místico das barrancas do Rio São Francisco, homenagem e reverência ao santo dos pobres, dos animais e do meio ambiente. 

Sempre relembrando parcerias com velhos amigos, como o saudoso Ildeu de Jesus Lopes, o Ildeu Braúna, Pedro Boi também cantou e tocou “De Trem para Montes Claros”, do Grupo Raízes, “Pássaro” (um tocador de violão), de Sá e Guarabyra, e “Pavão Misterioso”, de Ednardo, passando por outras canções. O trio encerrou a live com “Nossa Senhora”, de Roberto Carlos. De coração amolecido, o cantor se emocionou e foi às lágrimas, prometendo uma apresentação melhor à Nossa Senhora Aparecida numa outra oportunidade. 

Ao longo da live, o artista fez várias citações, abriu espaço para Manoelito contar casos, mandou beijos e abraços para familiares e amigos de várias partes do Norte de Minas, do Estado, do Brasil e do exterior, citando telespectadores e internautas da Alemanha, Estados Unidos, Espanha e Portugal. Ainda durante o evento, visualizado por 1.007 pessoas no YouTube, Pedro Boi prometeu uma próxima live. “Cada música tem uma história. E faremos uma próxima live contando a história de cada música”, disse o cantador, que, ao final fez agradecimentos a todos que viabilizaram e participaram do evento.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp