30/11/2020 05:04

Reitores apresentam demandas

Segundo a reitora da Uemg, Lavínia Rodrigues, em 2013, a instituição contava com cerca de 5 mil alunos e orçamento de R$160 milhões. Em 2014, com a estadualização de cursos ligados a fundações, conforme contou, o orçamento passou para R$ 243 milhões. Já neste ano o orçamento é inferior, totalizando de R$ 212 milhões. Ela defendeu o aumento do orçamento. 

Tanto Lavínia Rodrigues quanto o reitor da Unimontes, Antonio Alvimar Souza, pediram ainda mais autonomia administrativa das universidades. Eles comentaram que não podem resolver questões internas simples, tendo que submetê-las à Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. 

Outras solicitações em comum são a destinação de emendas parlamentares às universidades, bem como a efetivação de repasses à Fapemig para custeio de programas e projetos de Ensino, Pesquisa e Extensão. 

A reitora da Uemg demandou, ainda, a ampliação do número de cargos de técnicos e analistas e a realização de concursos para servidores, bem como a continuidade de concursos para docentes. Já o reitor da Unimontes pediu ainda a aprovação, pela ALMG, de projeto que autorize a contratação de servidores temporários.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp