30/11/2020 04:23

OS SINAIS

Aristônio Canela

Das barrancas do São Lamberto, de mãos postas em preces perenes aos céus, lajedos desnudos de um cinza cortante, escandindo sua alma sedenta, pouso de redemoinhos de poeira fina, nascidos da deterioração pela seca absurda, implacável e cruel, fazendo do canto da Acauã, melodia maviosa aconchegada aos ouvidos insaciáveis dos demônios, dessas barrancas, ainda eclode coragem no orgulho caipira. 

No sopro de um vento miúdo e morno vem o apelo lamurioso do sertanejo, repleto de fé, confiante e determinado nos lábios ressequidos, de coração valente, batendo a minha porta entreaberta, me reinventando em desejos no onze de outubro dos meus sessenta e oito. 

Confesso não saber explicar satisfatoriamente minha emoção. Posso apenas detectar um sentimento silencioso, de ordem intensa, tomando conta de corpo e alma, de determinação indomável, sem explicação plausível aos olhos da lógica, mas, de intensidade elétrica, abrindo caminhos nas imensidões cósmicas de interiores. 

Nessa noite lambertense, quando a lua boia soberana por entre um espocar de estrelas suarentas, as flores do Manacá abrem-se em cheiros e a mornidade do ar invade aromatizando pulmão e cérebro, numa modorra de puro oxigênio. 

A rede canta seu mantra quente, metódico e um sertanejo impetuoso se atreve a pensar. Nesse instante, abre-se um baú de muita dor. 

Pensar é um ato afoito, levando a criatura humana a um suposto patamar superior, propondo-lhe a falsa sensação de poder, por entre a malha fantástica neuronal, de conexões elétricas, eivadas de forças do eterno “COGITO, ERGO SUM” Cartesiano, deixando plasmadas as angústias e chagas abertas por tamanha ousadia. 

O conceito de Arte advém da origem latinica “Ars” e tem um significado de aglomerado de certas regras no cotidiano humano, sustentado por técnicas e habilidades. Propõe-se daí, criações de obras e eventos mostrando uma valorização estética, em formas e significados soltos, em total liberdade de todo tipo de sustentabilidade dos produtores e admiradores da produção. 

Como se pode notar, é procela conceitual de abstratíssimos, podendo mudar facilmente de cultura para cultura, numa intensidade incrível de mimetismos, muito bem adaptados às vontades e necessidades. Sendo assim, torna-se um potente meio de comunicação expondo a nós a necessidade de sensibilidades para captarmos as mensagens existentes desde a criação do universo.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp