30/11/2020 04:43

Revitalização desafia prefeito reeleito

image

Passadas as eleições municipais, novas expectativas surgem em meio à população de Montes Claros, apostando no fôlego de mais quatro anos que o prefeito reeleito Humberto Souto (Cidadania) ganha para continuar promovendo transformações na cidade-mãe do Norte de Minas. No primeiro mandato, tendo como vice-prefeito o empresário Adauto Marques Batista, o gestor investiu em atração de empreendimentos, para geração de empregos e renda, e em grandes obras de infraestrutura, dando atenção à mobilidade urbana, ao meio ambiente, à saúde e à educação, áreas que continuam na pauta de prioridades do prefeito, agora tendo como vice-prefeito o engenheiro Guilherme Guimarães, que vinha capitaneando a Secretaria de Gestão e Planejamento. 

O cenário que se desenha é amplo, mas o aspecto urbanístico de Montes Claros deverá, novamente, carrear as ações da próxima administração municipal. Além das áreas essenciais, como infraestrutura, saúde, educação, transporte, segurança e esporte, uma antiga reivindicação da sociedade desafia o prefeito Humberto Souto e sua futura equipe: a completa revitalização da lagoa do Interlagos, também conhecida como Lago Norte e Pampulha. Viabilizada na administração do saudoso ex-prefeito Antônio Lafetá Rebelo com barramento do Córrego das Melancias, para melhorar a umidade do ar na região norte de Montes Claros, a lagoa agoniza, com emissão de esgoto clandestino em suas águas, lixo e o espelho d’água quase desaparecendo, perdendo espaço para plantas aquáticas, principalmente taboas (tabuas). 

Moradores, trabalhadores e praticantes de esportes no entorno da lagoa do Interlagos esperam que, desta vez, com mais quatro anos para trabalhar e viabilizar os recursos necessários, o prefeito Humberto Souto consiga revitalizar toda a área da represa, com detecção de esgotos clandestinos, drenagem e completa limpeza da lagoa. A recuperação também requer outras intervenções de urbanização, como asfaltamento de ruas vicinais, instalação de bocas-de-lobo e bueiros para escoamento das enxurradas, além de outros mecanismos para evitar que resíduos sólidos e lixo vão parar dentro da lagoa. 

O prefeito Humberto Souto já deu algumas entrevistas, inclusive junto com moradores do entorno do Interlagos e Amigos da Lagoa, que não iniciaria uma obra sem os recursos necessários para terminá-la. Entretanto, com a sua reeleição, renasce a esperança de que o cartão postal venha a ser revitalizado, não apenas com intervenções de urbanização, mas também de humanização, com embelezamento, obras de arte, e melhoria da pista de caminhada, já que a atual, para os esportistas, é muito acanhada. Há ainda sugestão para criação de campos de areia e área de lazer na cabeceira da barragem, com instalação de bebedouros, duchas e sanitários, entre outras benfeitorias para a completa viabilização do cartão postal da região norte.

No passado, a presença de famílias e muita gente andando de bicicleta, skate e patins eram comuns no dique e na orla da represa, assim como casais namorando e amigos batendo papo, enquanto na água outras pessoas praticavam jet-ski. Agora, JORNAL DE NOTÍCIAS Revitalização desafia prefeito reeleito o asfalto do dique virou passarela e “point” de viciados. Entretanto, a população já vislumbra toda a região revitalizada, com o reencontro de famílias, praticantes de esportes e até a instalação de um parque de pedalinhos para passeios pelo espelho d’água da lagoa, como ocorre no Parque Municipal Milton Prates. Um sonho ambiental, urbanístico e humano que pode se tornar realidade no próximo mandato do prefeito Humberto Souto.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp