23/01/2021 12:15

Cosems e Polícia defendem rigor para evitar segunda onda no NM

Presidente do Cosems na região de Pirapora, Ronaldo Soares, lembrou que, devido às eleições do dia 15 de novembro para escolha de prefeitos e vereadores, "várias cidades já registram aumento de casos confirmados da covid-19. 

Se a região não tomar providências no sentido de orientar os gestores municipais no sentido de proibir eventos de final de ano, sobretudo no réveillon, bem como comemorações de posse dos novos prefeitos, certamente iniciaremos o ano de 2021 com considerável aumento de casos no Norte de Minas, o que trará reflexos negativos para os serviços de saúde devido ao aumento das demandas de atendimento da população", observou Ronaldo Soares.

Por sua vez, o major Wellington Mourão anunciou que todas as unidades da Polícia Militar do Norte de Minas estão sendo orientadas no sentido de aumentar o rigor na fiscalização visando coibir eventos que proporcionem a aglomeração de pessoas. "Todas as unidades da Polícia Militar estão recebendo memorando orientando sobre a necessidade de aumentarmos a fiscalização de eventos, principalmente os realizados de forma clandestina", reforçou o major. 

Já a promotora Shirley Machado salientou que apesar do Norte de Minas não apresentar, neste momento, tendência de aumento de casos confirmados de Covid-19, "o momento não é de tranquilidade e de relaxamento das medidas visando conter a disseminação do novo coronavírus. O Norte de Minas pode vir a registrar aumento de casos de Covid, como já está ocorrendo em outras regiões do país. O Ministério Público está atento a essa situação e, nesse sentido, precisamos unir forças junto com a Polícia Militar, com a Polícia Civil e com os gestores de saúde", assinala a promotora. 

Shirley Machado revelou que, nesta segunda-feira (30), a Coordenadoria Regional das Promotorias de Justiça e Defesa da Saúde realizará reunião com todos os promotores de defesa da saúde do Norte de Minas, oportunidade que vão alinhar ações voltadas para acompanhamento das medidas adotadas pelos municípios visando conter o avanço da Covid-19. 

"Lembramos que os responsáveis por promover eventos que gerem aglomerações de pessoas, nesse momento de pandemia, estão sujeitos a penalidades por colocar em risco a saúde da população. Por isso, é importante que o COES convoque os gestores de saúde para traçar estratégias visando mantermos sob controle a pandemia da Covid-19, oportunidade que a Secretaria de Estado da Saúde, o Ministério Público, a Polícia Militar e outros órgãos governamentais terão a oportunidade de reforçar o papel que cada um tem a desempenhar no sentido de conter o avanço da transmissão do novo coronavírus na região", concluiu a promotora.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp