23/01/2021 11:57

Estradas rurais desafiam governo Humberto Souto

image

Desde que a seca é tema no Norte de Minas, outro problema é assunto recorrente na história de Montes Claros: estradas rurais. Entra prefeito, sai prefeito; muda a legislatura, e a já “lendária novela” está sempre entre os temas mais abordados na tribuna da Câmara Municipal, com inúmeras bancadas ruralistas fazendo ardorosas defesas pelas reformas, revitalização e manutenção das rodovias. Ao longo da legislatura passada, o problema foi bandeira de vários vereadores, porém, sem o êxito esperado. E, ao que parece, o assunto “estradas rurais” será pauta constante na legislatura 2021-2024. 

Na reunião ordinária da Câmara Municipal de Montes Claros, na manhã dessa terça-feira (12/1), vários vereadores sinalizaram que vão lutar pela melhoria dos acessos rurais, entendendo que tratamse de importantes elos entre a produção de alimentos e a mesa do cidadão urbano. Além disso, os parlamentares reafirmam sempre que estrada na zona rural é um antídoto para tudo: escoamento da produção, do transporte regular de passageiros e escolar, de cargas, opção de lazer e turismo, além de ser “válvula de escape” para socorrer pacientes às pressas às unidades de saúde da cidade. 

Contumazes na defesa dos interesses rurais, a presidente da Comissão Agricultura, Graça da Casa do Motor (PSL), e o vice Valdecy Contador (Cidadania) sinalizaram que vão continuar lutando pela reforma das estradas do campo, o mesmo ocorrendo com os vereadores Marcos Nem (PSC), Rodrigo Cadeirante (REDE) e Maria Helena Lopes (MDB), agora com o reforço das vozes de Eldair Samambaia (PSD) – relator da comissão de Agricultura - e Reinaldo Carrapicho (Republicanos), entre outros. 

Sem tirar o foco de outras áreas essenciais ao andamento da cidade do Norte de Minas que nunca dorme, o prefeito Humberto Souto (Cidadania) já adiantou que a saúde e a educação serão priorizadas no seu segundo mandato. Como as áreas têm forte vínculo com a zona rural, os vereadores acreditam que as estradas rurais devem entrar no “pacote” como mais um desafio a ser superado pelo gestor, que vem promovendo profundas e elogiadas transformações em Montes Claros. 

Assim como as rodovias são caminhos para o êxodo rural, os parlamentares entendem também que são acessos à melhoria da saúde, da educação, da qualidade de vida e da manutenção do homem no campo, produzindo e reduzindo os impactos sociais no centro urbano. Bandeira dos vereadores à parte, grande parcela dos camponeses sonha com a pavimentação de algumas estradas, como forma de dinamizar as atividades no campo, reduzir as perdas de produção, agilizar os deslocamentos e, ao mesmo tempo, estimular o turismo religioso, gastronômico, ecoturismo e atração de investimentos e equipamentos que compõem o setor. 

REUNIÃO COM O PREFEITO 

A segunda semana do ano começou com os vereadores sinalizando alguns caminhos a serem seguidos ao longo dos próximos quatro anos. Por outro lado, o prefeito Humberto Souto também começa a dar sinais de como pretende trabalhar neste segundo mandato. No final da manhã dessa terça-feira, ele se reuniu por videoconferência com os parlamentares, quando se apresentou e pôde conhecer os novos legisladores. O prefeito Humberto Souto também externou ao parlamentares como será a sua forma de trabalhar e disse que quer trabalhar com todos pelo bem de Montes Claros e do povo. Para os vereadores, a parceria de mão-dupla tem tudo para dar certo e manter o desenvolvimento do município nos trilhos.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp