23/01/2021 12:07

PM desarticula quadrilha de estelionatários no NM

image

A Polícia Militar desarticulou, no último final de semana, o restantes de uma quadrilha de estelionatários que vinha agindo no Norte de Minas e outros estados do Brasil com sofisticado esquema de abertura de empresas para a compra e venda de sacos de fécula. 

A quadrilha vinha sendo monitorada desde dezembro de 2020, após denúncias anônimas da compra e comercialização de cargas de fécula. No dia 18 de dezembro foi deflagrada a primeira operação. 

Empresários do Mato Grosso do Sul, vítimas da quadrilha, estiveram em Montes Claros para tentar recuperar parte da carga trazida para a região. Um prejuízo estimado em aproximadamente R$ 250 mil. A operação foi finalizada nessa segundafeira, 11. 

OPERAÇÃO - Na última sextafeira, foi montada força tarefa da Polícia Militar, equipe do Velado, serviço de inteligência, e demais unidades policiais da cidade de Varzelândia, para localizar a segunda parte da mercadoria, cerca de 1520 sacos de fécula, que foi descarregada em um galpão, e posteriormente seria comercializada no Norte de Minas, cujo produto era vendido a R$ 40,00 o saco. 

Só em Montes Claros, a polícia conseguiu recuperar 96 sacos, no bairro Santo Antônio II, e 790 sacos de fécula em dois imóveis no bairro Monte Carmelo. De acordo com a Polícia Militar, um representante comercial e um empresário relataram que foram vítimas dos estelionatários. No dia 11 de dezembro, eles foram procurados por um homem, residente no bairro Alto São João, querendo comprar 400 sacos de féculas da marca Rosa. Após consultas no sistema e realização do cadastro, foi efetuada a venda no valor R$ de 26.400,00, em 5 parcelas no boleto. No dia 14 de dezembro, o homem novamente procurou o representante comercial, dizendo que gostaria de comprar mais um carga de 900 sacos de fécula. Após efetuada nova consulta, foi realizada a venda. 

O estelionatário, em conversa com o representante, informou que um amigo também gostaria de trabalhar com o produto. No mesmo dia, o amigo, residente no bairro Santo Antônio, comprou 700 sacos do produto. Após aprovação do crédito, foi realizada a venda de R$ 45.850,00, em seis boletos bancários. A mercadoria foi recebida em Montes Claros, tendo como destino o bairro Alto São João, sendo descarregada a quantia de 720 sacos. Um motorista que não tinha conhecimento da ação ilícita do estelionatário, foi convencido a se deslocar e entregar o restante da mercadoria na cidade de Varzelândia, para realizar a entrega de 1.520 sacos, sendo acertado o valor do frete, no entanto o motorista também foi lesado e não recebeu o valor acordado. 

Após o trabalho de investigação da equipe do Velado da PM, foi possível localizar e identificar o receptador que teria adquirido certa quantia de fécula em Varzelândia, sendo descoberto como era feita a transação com o estelionatário que atuava em Montes Claros. Com a comprovação dos fatos e provas materiais, foi dada voz de prisão ao suspeito no bairro Santo Antônio II. Desde o início da operação, quatro homens de 37, 50, 53 e 54 anos, e uma mulher, de 25, foram presos, além de um policial militar, de 41 anos, suspeito de integrar a quadrilha. A polícia não sabe dimensionar o montante do rombo que o grupo causou a empresários, mas estima-se que seja de mais de R$ 1 milhão.

 

Atendimento Online pelo WhatsApp