22/10/2021 05:47

Policiais penais apreendem celular dentro de um sapo

Os artifícios para tentar burlar o sistema de segurança dos presídios e penitenciárias de Minas Gerais se registram cada dia com mais ‘’criatividade’’. Na manhã dessa terça-feira, 21, policiais penais do Presídio Alvorada, em Montes Claros, foram surpreendidos com um celular escondido dentro de um sapo. Os servidores ouviram um barulho de algo sendo arremessado e batendo na parede da muralha da unidade. Ao verificarem, encontraram o anfíbio em cima do telhado de uma marcenaria que faz limite com o presídio. Desconfiados, abriram o animal e encontraram o aparelho. O diretor regional da 11ª Região Integrada de Segurança Pública, Antônio José Costa, explica que a Polícia Penal está sempre atenta aos detalhes durante o seu trabalho nas unidades prisionais. “Neste caso, por exemplo, os procedimentos de ronda, que são realizados de forma contínua, permitiram a apreensão do ilícito”, afirma. Segundo ele, o trabalho é ininterrupto para tentar coibir as irregularidades. “Trabalhamos diariamente para coibir a entrada desses objetos em nossas unidades. Temos equipes preparadas para atuar e impedir cada vez mais a presença de materiais proibidos”, conclui. O aparelho celular encontrado foi encaminhado à Polícia Civil, que é a responsável pelas investigações criminais. Um procedimento interno para apurar as circunstâncias do ocorrido foi aberto pela direção da unidade prisional.

Atendimento Online pelo WhatsApp