09/08/2022 08:07

Capacitação de referências técnicas começa às 8 horas

A capacitação será realizada a partir das 8h30 no auditório do Portal do Desenvolvimento, em Salinas. A referência técnica em febre amarela na Superintendência Regional de Saúde, Bartolomeu Lopes fará apresentação do Programa de Descentralização das Atividades de Vigilância das Epizootias. Danielle Capistrano, referência técnica da Coordenadoria Estadual de Vigilância das Arboviroses (Cevarb), apresentará o cenário epidemiológico de epizootias de primatas não humanos e as estratégias para a organização de fluxo da vigilância da febre amarela em Minas Gerais. 

A programação do primeiro dia do encontro também terá apresentação sobre o cenário epidemiológico da vigilância de epizootias e cobertura vacinal da população residente nos 54 municípios da SRS de Montes Claros. O controle vetorial; principais vetores de transmissão da febre amarela; o cenário da vigilância das arboviroses; a aplicação de recursos financeiros disponibilizados pela SES-MG e a importância da vigilância da saúde dos trabalhadores, serão abordados pelas referências técnicas da SRS, Ronildo Santos; Cássia Morais; Valdemar Rodrigues e Rita de Cássia Rodrigues. Também participará das apresentações, Ana Lúcia Pedroso, referência técnica do laboratório de entomologia da Funed. 

O Projeto Febre Amarela Brasil: Desafios na vigilância de primatas não humanos e estratégias de coleta em diferentes cenários será apresentado pelo professor Filipe Vieira, atuante no campus de Salinas do IFNMG. Nesta quarta-feira (6), às 8 horas, a referência técnica da Coordenadoria de Vigilância em Saúde da SRS, Patrícia Brito, fará treinamento teórico-prático dos municípios quanto ao preenchimento da ficha de epizootia no Sistema de Informação de Agravos de Notificação – (Sinan) e no Sistema Gerenciador de Ambiente Laboratorial – (GAL). Já o professor Filipe Vieira fará apresentação do Sistema de Informação em Saúde Silvestre – (SISSGEO). 

Entre quarta e quinta-feira, as referências técnicas dos municípios participarão de treinamentos teóricos e práticos sobre coleta e armazenamento de vísceras de primatas. O treinamento será no campus do IFNMG, com a participação de profissionais do Centro de Controle de Zoonoses de Belo Horizonte, da Superintendência Regional de Saúde e do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais.

Atendimento Online pelo WhatsApp